Meu nome é Valéria Pellon. Minha vida com meu marido Leonardo foi atropelada por uma grande injustiça: em 11 de janeiro de 2007, Felipe, nosso anjinho tão esperado, nasceu em um dos melhores hospitais do Rio de Janeiro e, em função de negligência médica, sofreu lesões cerebrais irreversíveis durante o parto, em decorrência de asfixia. Após 5 meses internado na UTI veio pra casa com "home-care", como viveu até 11 de novembro de 2010, em estado vegetativo. Este blog é uma forma de "gritar" o nosso sofrimento e mostrar como o amor salva nossas vidas e nos faz sobreviver, a cada dia.



quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Referência ao blog

Há mais de 2 anos o Leo entrou com um processo para liberação do seu FGTS para ajudar nas despesas com o Felipe e sua estrutura. O saque é permitido por lei (Lei 8.036/90) para portadores de AIDS e doenças graves. Só que no nosso caso, temos que nos sujeitar à morosidade do sistema judiciário e à intransigência da Caixa Econômica Federal, que não interpretam o problema do Felipe como grave. Como a jurisprudência é favorável, temos ganhado em todas as instâncias, mas a CEF vem recorrendo sucessivamente, impedindo a liberação do saque. O resultado é que no momento o processo está parado há meses no gabinete de um ministro do STJ, sem perspectiva de definição.

O motivo de eu estar falando sobre isso é que um dia desses, ao ler uma reportagem no O Globo online falando sobre um caso de um homem que entrou com uma ação por danos morais contra o amante da sua mulher e acabou levando uma bronca do juiz, o Leo escreveu um comentário no site. Mostrou sua revolta ao ver a justiça julgando rapidamente um caso de "adultério", e o mesmo virando notícia no jornal de maior circulação do país, enquanto temos processos muito mais sérios e urgentes completamente parados nas mãos da justiça sem que ninguém tome conhecimento. No seu comentário, o Leo informou o link para o nosso blog. Outro dia, vimos um comentário bacana em outro blog (http://simonearruda.blogspot.com/2009/10/historias-de-amor.html) falando do nosso. Segue o comentário da Simone Arruda (dona do blog):

"Hoje, quando lia a versão digital de “O Globo”, me deparei com uma matéria que me chamou a atenção: um homem que entrou com uma ação por danos morais contra o amante da sua mulher e acabou levando uma bronca do juiz (ver em
http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/10/15/marido-traido-leva-puxao-de-orelha-de-juiz-768079203.asp). Como de costume, li alguns dos comentários dos leitores. Confesso que não recomendo esta prática, pois, muitas vezes, o espaço acaba sendo preenchido com uma série de opiniões tão absurdas que chamá-las absurdas é puro eufemismo. Mas não é sobre isso que quero falar. No meio de tantas opiniões diversas, um desabafo me chamou a atenção: as palavras de um pai que luta na justiça para conseguir sacar o FGTS a fim de utilizá-lo no tratamento do seu filho, vítima de erro médico. No comentário do Sr. Leonardo havia o endereço de um blog. Curiosa, fui conferir a história do casal Valéria e Leonardo, pais do pequeno Felipe. O que li naquele blog, mexeu comigo. Mostrou-me que ainda é possível acreditar no amor. Atualmente, a palavra amor acabou ganhando uma conotação erótica, o que fez com que muitas pessoas perdessem a referência do que é amar – e do que é ser amado.O amor que une essa família é o que há de mais precioso no mundo, é o que os torna capazes de superar qualquer dificuldade.Essa leitura eu recomendo: http://www.valeriapellon.blogspot.com/ "

Achei muito bacana ver alguém que nem nos conhece falando da nossa história de forma tão sensível. Fiquei emocionada.

4 comentários:

  1. A história de vcs realmente é comovente e talvez as pessoas "de fora" não tenham idéia do que é o dia a dia da família. Eu mesma já indiquei a leitura do blog para algumas pessoas que gostaram muito e se emocionaram. É assim que conhecemos melhor um pouco da vida do Felipe. Mto legal o que a leitora Simone Arruda escreveu.
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Valéria, Leo, Felipe... sei sempre de notícias de vcs pelo tio do Leo, Antônio Joaquim - Jô. E hoje, almoçando com ele e com a Adriana, soube do blog. Muito, muito bom saber pela Adriana - e pelo blog - como vcs são pessoas maravilhosas e o carinho que têm pelo Felipe. Vocês sempre estiveram em minhas orações e estarão, a partir de hoje, em um lugar especial no meu coração. Vocês sabem que o Felipe é uma dádiva divina na vida de vocês, e que Deus só se doa àqueles que O merecem. Fiquem com Deus!
    Beijos, Luciana Cordeiro

    ResponderExcluir
  3. Fiquei emocionada também com o texto da leitora Simone Arruda. Impressionante como ela conseguiu ter uma percepção tão clara e exata. Sem dúvida ela deve ser uma pessoa muito sensível e bacana, mas o mérito maior é de vocês, que fizeram esse blog de maneira tão autêntica e bonita que é capaz de tocar pessoas legais como a Simone. Comentários como esses são recompensas mais que merecidas para vocês, meus primos queridos. Eu nunca vou me cansar de parabenizá-los e de ter orgulho de vocês pela bela e corajosa iniciativa desse blog!
    Beijos, Adriana

    ResponderExcluir
  4. Valeria,Se o seu marido fizer acordo no trabalho pra ser demitido e readmitido em seguida,poderá tirar o FGTS devolvendo os 40% da multa ao empregador.Tenta....

    ResponderExcluir