Meu nome é Valéria Pellon. Minha vida com meu marido Leonardo foi atropelada por uma grande injustiça: em 11 de janeiro de 2007, Felipe, nosso anjinho tão esperado, nasceu em um dos melhores hospitais do Rio de Janeiro e, em função de negligência médica, sofreu lesões cerebrais irreversíveis durante o parto, em decorrência de asfixia. Após 5 meses internado na UTI veio pra casa com "home-care", como viveu até 11 de novembro de 2010, em estado vegetativo. Este blog é uma forma de "gritar" o nosso sofrimento e mostrar como o amor salva nossas vidas e nos faz sobreviver, a cada dia.



sexta-feira, 25 de junho de 2010

Sobre Cuidar

Para minha amiga Valéria:

Estou lendo um livro de Leonardo Boff que se chama Saber Cuidar. O objeto do “cuidar” é geral: cuidar dos filhos, do(a) amado(a), dos parentes, amigos, do próximo, de si, da natureza, da vida entre outros “cuidares”.

Quando li um trecho onde ele define o profundo sentido da palavra Cuidar, pensei que, ou ele escreveu para você, ou se inspirou em uma pessoa como você.

É assim:

“Cuidar é mais que um ato; é uma atitude. Portanto, abrange mais que um momento de atenção, de zelo e de desvelo. Representa uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilização e de envolvimento afetivo com o outro.”

Então dedico a você. Uma amiga querida que fez da atitude de cuidar uma razão para viver.

Um carinhoso beijo,

Márcia

4 comentários:

  1. Marcia, não conheço voce mas estou plenamente de acordo.Isto foi escrito para a Valéria e o Leo.Um abraço. tia Gizélia

    ResponderExcluir
  2. Valéria , Léo e Felipe,

    Na verdade você não cuida apenas do Felipe , ou melhor vocês três não cuidam apenas um do outro ....Vocês cuidam de todos nós!!! A lição diária de vida , o amor incondicional .Realmente a ATITUDE de vocês nos mostra a riqueza e a importância das coisas mais simples da vida ...Para nós "fiéis seguidores" desse Blog , só nos resta agradecer .Estamos juntos, Karina e família.

    ResponderExcluir
  3. Lembrei agora de um livro que eu li faz tempo, chama-se Mãe de UTI. É um livro triste sim que chorei mto, mas tbm uma grande lição do que uns pais são capazes de fazer pelos filhos que necessitam de cuidados.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Marcia,
    Você sempre me emociona com suas palavras e seus sentimentos. Obrigada por estar sempre por perto, e por meu ouvir sempre..
    Beijos com carinho,
    Valéria

    ResponderExcluir