Meu nome é Valéria Pellon. Minha vida com meu marido Leonardo foi atropelada por uma grande injustiça: em 11 de janeiro de 2007, Felipe, nosso anjinho tão esperado, nasceu em um dos melhores hospitais do Rio de Janeiro e, em função de negligência médica, sofreu lesões cerebrais irreversíveis durante o parto, em decorrência de asfixia. Após 5 meses internado na UTI veio pra casa com "home-care", como viveu até 11 de novembro de 2010, em estado vegetativo. Este blog é uma forma de "gritar" o nosso sofrimento e mostrar como o amor salva nossas vidas e nos faz sobreviver, a cada dia.



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

1 Ano de Blog

Amanhã o blog faz 1 ano.

Lembro direitinho que foi no Dia das Crianças do ano passado, mais um daqueles dias em que dá uma angústia danada ver o Felipe e pensar em tudo o que ele poderia estar fazendo agora, se as escolhas tivessem sido outras, se meu parto tivesse sido antes do da outra paciente, se eu tivesse escolhido outra médica, se ela tivesse visto o coraçãozinho dele parando e feito alguma coisa, se tivesse feito cesariana, se tivesse puxado a fórceps, se eu tivesse desde o início optado por cesariana, se... se... se...enfim, são milhões de "se" que não levam a lugar nenhum, somente a esta angústia de ver a vida que nosso menino leva. É o menino mais lindo e mais amado desse mundo, mas é muito triste viver isso tudo, muito triste esta sensação de "saudade do futuro" que temos o tempo todo, imaginando o que era para ser o futuro dele há quatro anos atrás, quando eu ainda estava grávida e era a pessoa mais feliz deste mundo.

Então foi num dia desses, não coincidentemente, Dia das Crianças, que meu peito estava cheio de tanta angúsita e revolta com tudo e com a justiça que simplesmente não anda, nada acontece com ninguém, enquanto nós sofremos sozinhos esta luta, que resolvi fazer o blog.

A coisa veio de repente, falei com o Leo e, graças a ele, em poucos minutos o blog "nasceu".
1 ano depois, posso dizer que foi uma das melhores coisas que fiz nesses últimos tempos. Pudemos dividir muita coisa, elucidar muita coisa, e nos aproximar de muita gente que queria chegar perto mas tinha receio, amigos que queriam saber notícias do Felipe mas não queriam ligar por não ter o que dizer, por achar que estavam incomodando, e por vários outros motivos. Com o Facebook agora, mais gente ainda ficou conhecendo o blog (eu atualizo no Facebook toda vez que faço uma nova postagem), e pessoas conhecidas do passado que nem sequer sabiam da nossa história. E amigos dos amigos, e por aí vai. Pelo blog, fiz novas amizades que mantenho com pessoas que nem conheço pessoalmente, de vários lugares do Brasil, gente que passa por lutas semelhantes ou simplesmente se aproximou por nada, por compaixão, por querer estar junto sem nem nos conhecer...enfim, o saldo é 100% positivo. Tenho certeza que não agradamos todo mundo, mas o espírito não é esse. Temos uma história a contar e a dividir, agradar ou não vai do coração de quem entra aqui nesse espaço e da empatia com a gente. Hoje acho bacana sentir que tem pessoas que estão SEMPRE aqui, sempre presentes em nossas vidas, torcendo com a gente, rezando para os que rezam, orando para os que oram, chorando para os que choram, até mesmo rindo, e por aí vai...

Hoje, apesar de muito difícil, é um pouco mais fácil que um ano atrás passar pelo Dia das Crianças, escolher um presente para ele, longe das lojas de brinquedos cheias de crianças alegres. Compramos roupinhas lindas e confortáveis e almofadinhas FOM do Homem-Aranha e outra para apoiar as costinhas dele. Cada dia é um aprendizado, uma estrada a mais que vamos percorrendo e nos acostumando com o caminho.

Nesse 1 ano, Felipe cresceu bastante, passou por umas e outras, mas só tem também a agradecer por todo o carinho e toda essa corrente do bem, de sete mil e tantos acessos, que se fez mais ainda em volta dele.

19 comentários:

  1. Tenho certeza que não é fácil. Imagino a catarse que é conseguir escrever. Quando leio seus posts me emociono. Pena, compaixão e lamento são palavras que não expressam o que sinto quando leio, mas sim ADMIRAÇÃO. Deus não nos dá nada além do que conseguimos carregar. Podemos nos questionar se merecíamos ou não passar por determinadas situações, mas se estamos nela, é porque somos fortes para aguentar. Felipe é um anjo que tem muita sorte de ter os pais que tem. E tenho certeza que ele tem muito orgulho disso. Parabéns pela força, coragem e determinação. Tenha um excelente dia das crianças ao lado do seu pimpolho. Forte abraço, Minele

    ResponderExcluir
  2. Queridos Valeria e Leo. Desculpe-nos por nossa ausência no Blog, mas estávamos um pouco enrolados com a confusão do dia-a-dia e acabamos por esquecer algo importantíssimo: nossos amigos. Cotidianamente, eu pergunto ao Leo como está o Felipe e, logo após a noite, informo a Adriana às notícias de nosso querido anjinho. Ela como sempre me pergunta quando iremos nos ver novamente e acabo sempre prometendo e não marcando com vocês, mas uma vez peço desculpas a vocês, ao Felipe e a minha esposa. Hoje, na véspera do dia das crianças, senti uma vontade grande de escrever para vocês, não sei explicar o porquê, mas gostaria de dizer o quanto eu os admiro e que vocês (Valéria, Leo e FELIPE) são pessoas que SEMPRE estão no meu coração e de minha esposa. Contem com o nosso amor e carinho para esta cruzada e lembre-se que Deus e seus amigos estão ao seu lado observando e orando por vocês.
    Beijos dos Amigos,
    Marcos Lopes e Adriana.

    ResponderExcluir
  3. Como sou daquelas pessoas que estão "sempre presentes" aqui, dou os Parabéns pelo primeiro aniversário do blog e um beijo especial no Felipe pelo Dia das Crianças!!!

    ResponderExcluir
  4. Valéria, parabéns pelo aniversário do Blog! Acho que a palavra que mais cabe ao meu sentimento por vocês é admiração. Esse blog é uma fonte de emoção, solidariedade e força. Bjos meus e da Gigi no fofo do Felipe!

    Ana Paula

    ResponderExcluir
  5. Valéria e Léo,
    Um ano do blog ! Me lembro direitinho qdo a Jú passou o link por email e de qdo entrei pela primeira vez. Impossível não admirar a coragem, a garra e a força de vcs ! Imagino o qto deve ter sido difícil expor tudo isso, ou melhor, todo esse sofrimento, mas com certeza também deve ter sido muito gratificante ver como vcs são queridos e como todos estão ao lado de vcs - seja com uma mensagem carinhosa ( e qta gente dá tanto depoimento bonito!), seja como uma forma explicativa para casos complicados. O Felipe só podia ser de vcs, só podia estar com vcs!!! Ele é um guerreiro e já mostrou isso inúmeras vezes, deve dar um orgulho danado !!! Em relação aos seus "se" não se culpe mais, não se agrida mais,lembre-se que a nossa palavra da hora agora é ACEITAÇÃO e por mais que a gente ainda tenha alguma dúvida em relação a isso, vamos tentar caminhar nessa direção pq senão essa jornada fica pesada demais. JAI GURUDEV
    Um beijo mto especial para o Felipe e para vcs
    Alessandra

    ResponderExcluir
  6. Como é bom ver que você vai aprendendo a cada dia a ser ainda mais mãezona do que já era no dia antes... como é bom e emocionante te ler!
    Beijo muito grande para a mãezona, para o paizão e para o fofoletão!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Então hoje faz um ano do Blog!
    E vejo como minha filha e Leo estão cada vez mais fortes e unidos para proteger meu netinho adorado.
    Fico pensando em como Valéria consegue força para enfrentar tanta dor. Não foi de mim que ela herdou porque eu mesma me sustento nela para buscar refúgio para resistir a esse sofrimento.
    Quando sinto que meu coração vai explodir (e sempre explode em lágrimas), fico triste por não ser mais forte para ajudar Leo e Valéria e não lhes trazer mais angústias.
    Perdoem esse desabafo público,mas senti um impulso incontrolável para dizer nesse Blog toda minha admiração pela minha filha e meu genro.
    Sou uma vovó chorona mas quero que contem comigo sempre , com meu apoio e afeto para todos os momentos difíceis por que passam.
    Amo vocês e adoro meu Filipinho.

    ResponderExcluir
  8. Valéria,
    Continue escrevendo!
    beijos,
    Juliana.

    ResponderExcluir
  9. Sempre comento o quanto admiro sua força e sua história. Meus parabéns por esse 1 ano dividindo suas experiências, angústias e alegrias conosco! Espero que vc continue escrevendo por muito tempo, e sempre noticias melhores. Vc sabe como é esse lance de sentir carinho por aquelas pessoas que nem conhecemos...é exatamente isso que sinto por vcs. Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Valéria, estou deixando aqui um link de um blog da mãe de um ex-paciente meu, o Artur, tbm nascido na São José. Ela está precisando de seguidores, pois Artur se alimenta de um leite q está saindo de comercialização. Veja: http://intolerancia-alimentar.blogspot.com/

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Muitas vezes chorei desbragadamente quando li suas mensagens e fico muito orgulhosa de voce, do Leo e de toda a força que vcs passam com esta situação.Parece incrível mas já tem um ano de blog.Um ano em que pudemos participar da vida do felipe e de voces com toda a batalha do dia a dia.Já recorri ao seu blog para botar a cabeça bem em cima do pescoço e dar o valor certo para as preocupações da vida.Aprendi muito com vc.Um bj bem grandão e aquele enorme pro Felipão.tia Gizélia

    ResponderExcluir
  12. Olá. Boa noite. Tropecei em seu blog, não por acaso. Se puder viste o meu, na verdade, de meu meu filho mais velho, o Joaquim: www.meninosonho.blogspot.com

    Não sei ao certo o que escrever. Seu filho é uma criança linda. Gostaria... Deus, creio, sabe o quanto eu gostaria e faria qualquer coisa para ver nossos filhos brincando...

    A você e seu marido desejo força. Ao Filipe paz e alegria. Abraços. Sandra (sandra.correa020809@gmail.com)

    ResponderExcluir
  13. Olá Valéria,

    Sou Consuelo, mãe do Arthur. Não nos conhecemos pessoalmente mas nossas vidas têm muita semelhança. Meu Arthur também teve problemas no nascimento, passou um ano da vida dele internado tomando leite de vaca sem poder... Desde então vivemos em home care (ele, eu e toda a minha família, obviamente). Arthur fez várias apnéias por conta das reações que tinha contra o leite e hoje temos a certeza de que foram a causa das sequelas neurológicas.

    Estive dando uma linda no blog e parece que foi feito sob medida... todos os nossos conflitos, sentimentos...

    Tudo na vida do Arthur é uma grande luta, como tenho certeza que também é para o Felipe.

    Agora estou enfrentando uma das mais árduas, o único alimento que meu filho come nos últimos 4 anos foi retirado do mercado da noite para o dia, sem qualquer explicação.... nossa briga está relatada no blog para que outras mães na mesma situação se unam a nós em nossa luta (intolerancia-alimentar.blogspot.com).

    A divulgação de nossas histórias é importante para previnir que aconteçam novamente. Vou colocar um link para o seu blog lá.

    Desejo a você, seu marido e sua família muita força e esperança. E ao Felipe, desejo muita saúde e amor.

    Consuelo
    (juridico@consuelomachado.com)

    ResponderExcluir
  14. olá, Valéria! Visitei o blog hoje e já estou há horas lendo seus posts. Lágrimas rolaram por várias vezes. Entendo muitíssimo da sua dor. Minha história é muito diferente da sua, mas, meu filho tb não anda, não fala e se alimenta por uma gastrostomia, porém, ele teve uma vida normal até os 08 anos de idade, quando descobrimos q/ ele era portador de adrenoleucodistrofia, doença do filme "Óleo de Lorenzo", doença neurológica, degenerativa, incurável pela medicina. Tb tivemos que aprender a viver uma nova vida, a vida triste. Se quiser nos visitar, nosso blog: www.viniciusmeureizinho.blogspot.com
    Fica com Deus. Ele existe sim e te ama, ama o Felipe, o Léo.
    Bj no coração

    ResponderExcluir
  15. Oi Felipinho,oi Valéria,Oi Leonardo,td ok?só fiquei triste em saber que ele voltou a usar óculos,pq sei que machuca...Não tem aquelas lentes escuras que se desprendem com facilidade das armações?E se vcs encomendassem uma de tamanho de acordo com o rostinho dele?ela ficaria sobre os olhos umidificando-os,sem nada prendendo,sem dodói,sem marcas...o que vcs acham?Gde beijo,bom final de semana.Mandem-me notícias,tá?Fiquem com Deus.Dagmar

    ResponderExcluir
  16. Parabéns, Valéria, pelo 1 ano do blog e pela força que sustenta vocês. Adoro saber do Felipe e ver as fotos desse gustusura.

    Nem sempre comento, mas estou sempre aqui e por isso te peço: não some não, porque quando não escreve pra gente a gente sente falta demais.

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  17. Olá, estamos com uma promoção super legal no nosso blog, dê uma passadinha lá para saber mais...

    Abs

    amenorcasadarua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Muito bacana o seu blog viu ? Amei e estou seguindo!Um super beijo e passa no meu bloguinho, se gostar,me siga também viu? Tá até rolando duas promoções bem legais lá.

    ResponderExcluir
  19. Estou conhecendo melhor a sua história e choro a cada capítulo... Muito linda a sua atitude em torná-la pública.Um beijo!

    ResponderExcluir