Meu nome é Valéria Pellon. Minha vida com meu marido Leonardo foi atropelada por uma grande injustiça: em 11 de janeiro de 2007, Felipe, nosso anjinho tão esperado, nasceu em um dos melhores hospitais do Rio de Janeiro e, em função de negligência médica, sofreu lesões cerebrais irreversíveis durante o parto, em decorrência de asfixia. Após 5 meses internado na UTI veio pra casa com "home-care", como viveu até 11 de novembro de 2010, em estado vegetativo. Este blog é uma forma de "gritar" o nosso sofrimento e mostrar como o amor salva nossas vidas e nos faz sobreviver, a cada dia.



quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Feliz Natal

Há certas horas em que não precisamos de paixão desmedida...
Não queremos beijo na boca.
E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama
(...)
Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado, sem nada dizer
Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir...
Alguém que ria de nossas piadas sem graça
Que ache as nossas tristezas as maiores do mundo
Que nos teça elogios sem fim
E que, apesar de todas esssa mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade inquestionável...
Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado...
Alguém que nos possa dizer:
Acho que você está errado, mas estou do seu lado
Ou alguém que apenas diga:
SOU SEU AMOR ! E ESTOU AQUI !
(William Shakespeare)


Esta linda mensagem Leo e eu recebemos de Natal da minha mãe. Perfeito para o momento que estamos vivendo, quietos, quase que somente nós dois o tempo todo, procurando nos confortar com a presença um do outro, para tentar de alguma forma, preencher esse vazio imenso que sentimos na nossa casa, na nossa vida. Não sei o que seria de nós se não tivéssemos um ao outro.

Nosso Natal tem sido muito difícil nos últimos 4 anos. Este só será um pouco pior, então por isso decidimos fugir, vamos ficar fora, bem longe, sem tomar muito conhecimento de Natal nem Ano Novo. Sozinhos, somente nós dois e um mundo de gente desconhecida. Sei que fugir não resolve a dor, porque ela vai junto, mas decidimos assim...

Eu queria desejar um Feliz Natal para todo mundo que me segue aqui no blog, e agradecer a força que tenho recebido. Acreditem que muitas vezes preciso muito das palavras de amizade que recebo aqui.

Eu não sou ninguém para ensinar nada para ninguém, mas sinto muitas vezes que só de saber da nossa história, muitas pessoas repensam suas vidas, seus problemas, e suas reclamações. Isso é do ser humano, tenho certeza que eu sentiria o mesmo. Então eu só queria tentar passar uma mensagem. Não quero ser piegas, vou falar o que todo mundo ouve o tempo todo por aí. Mas acreditem nisso de verdade: a gente perde tanto tempo e energia procurando a felicidade em tantas coisas, em tantos lugares, e na maioria das vezes ela está nas coisas mais simples. Só que normalmente nós só nos damos conta disso quando perdemos essas coisas. Não esperem perder um sorriso, um amigo, um amor, um filho, para dar valor a eles. Olhe para o lado e veja quanta coisa boa você tem, e agradeça todos os dias por elas.

Feliz Natal !

7 comentários:

  1. Valéria,

    Obrigada pelo post :_) eu precisava dele quando cheguei aqui hoje :)

    Desejo a vocês, mais do que natais felizes, Paz pra poder seguir.

    BjOs nossos

    Laura, Jorge, Samuel

    ResponderExcluir
  2. Valéria, agradeço de coração por ler tão lindas palavras. Tenho certeza do tanto que sou abençoada por Deus pois tenho uma ótima família, um bom emprego e uma linda filha. Mesmo assim não consigo descrever o tanto que suas palavras me tocaram. Cheguei a ficar arrepiada pois todas as pessoas desse mundo precisavam ouvir essas sábias palavras deixadas por você.

    Eu e Sofia desejamos um Natal com muita paz e que 2011 venha com muitas alegrias para vocês.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Valéria!
    Eu te endendo perfeitamente bem! Conheço da tua dor. Não é fácil, não!!!! Meu coração chega doer quando leio tuas palavras. E não há palavras que possamos te dizer p/ te aliviar. Ficaram marcas profundas, que só Deus e o tempo p/ amenizá-las.Mas vc é feitura das mãos de Deus, Ele te conhece como ninguém e com certeza cuida e sempre cuidará de ti e do teu coração. Parece que Deus nos esquece e até nos abandona...mas, não, Ele está no controle de tudo...há coisas que não entendemos e não queremos aceitar e é exatamente aí, que devemos nos deleitar n'Ele e deixar que Ele nos guie, que Ele comande o barco da nossa vida!
    "Deus de Amor, pegue a Valéria e o Leo nos teus braços, envolva-os com teu amor, sare o coração deles...eles precisam demasiadamente de ti!"

    ResponderExcluir
  4. Valeria e Leo, este blog é quase uma terapia pra mim.Vcs não sabem como me ajudam e ajudaram.Que o Natal seja de paz e o próximo ano de força, amparo mútuo e mais superação.Um bj grande, tia Gi

    ResponderExcluir
  5. Oi,vc não me conhece,cheguei por acaso hoje,agora a seu blog e estou muito emocionada.Resolvi escrever.Sou a sortuda mãe de um anjo de 17 anos,por causa da sonda Mic Key dele que cheguei a vc...procurando na google por extensores.Acho que era para ser.Minha história é longa,e com muitas batalhas por causa de uma encefalite quando ele era bebezinho.Bom,me senti próxima a sua história e quero te enviar nosso carinho.Seu filho era lindo demais,uma fofura.Acredito mesmo no arco iris e nos passarinhos.Quem foi pureza ,resignação e bondade,tem só mesmo a opção de ser muito livre e alegre num lugar perfeito,e ele está no melhor lugar...Vc lavou minha alma.Meu bebezão não anda,não fala,tem uma enorme deformidade de torax,sondinha e tal...e eu preciso dele até para respirar.É minha vida esse rapazinho que já tem espinhas no rosto e bigodinho aparecendo.Enfim,o que queria te dizer é que meu marido é médico,o padrinho é pediatra,o vizinho de porta, neurologista,e..aconteceu...por um virus malvado de herpes labial que ninguem tem aqui em casa.Faça como aquela mensagem,esvazia a mágoa,para o seu coração tão lindo ficar mais leve.Acredito em Jesus,de verdade e Ele faz justiça.Vc terá sempre o maior privilegio do planeta:ter sido mãe daquele menininho heroizinho e mais que perfeito.Vc escreve tão lindamente que me senti a vontade para comentar.Fique em paz e saiba que agora,tem mais alguns admiradores da sua coragem.Grande abraço.Por seu lindão,que vc tenha um Natal mais alegre.Vou torcer!

    ResponderExcluir
  6. Valéria,
    Que mensagem bacana vc consegue transmitir no meio de tanta dor. Que 2011 seja repleto de coisas boas e realizações pra vcs.
    E será!
    beijos,
    Juliana.

    ResponderExcluir
  7. Nunca me senti intimidada para fazer comentários em nenhum blog com histórias 'da família' da minha. até chegar aqui. quando 'entendi' que o Felipe se foi, emudeci. Emudeci porque não consegui imaginar a sua dor, mesmo sendo uma pessoa bem mais indicada para compreendê-la do que a maioria dos reles mortais. emudeci porque na sua dor, hoje você me ajudou a ser forte na minha. desde que meu filho nasceu, que aprendo dia a dia a como vc disse valorizar mais e melhor as coisas realmente importantes da vida. mas de todas as dificuldades, a maior pra mim ainda é manter a calma e a esperança quando as coisas parecem escurecer. mas ao ler um relato real de quem já aguentou muito mais do que eu, senti vergonha por pensar em sentir pena de mim. vergonha porque minha luta, que parecia ser gigante, ainda que seja a maior da minha vida, é pequena ao lado da sua. não sei como você passou seu natal, afinal, mas queria te dizer do fundo do coração q através de você, uma pessoa q eu nunca vi, nem conversei, ganhei mais força do que de qualquer um até aqui. por sua causa, levantei da minha resignação hoje e decidi não me permitir mais achar q a minha luta é mais forte que eu. nesse exato momento, me sinto uma sobrevivente. você me resgatou. brigada, do fundo do coração. e posso jurar que não sou só eu que agradeço. meu filho, Antonio Pedro, meu maior presente, também vai gostar de ter a mãe de novo mais animada e menos triste. tenho certeza. nós tb sofremos negligência no parto, tb num dos maiores hospitais do Rio, e o Antonio também sofreu asfixia e acabou com uma lesão cerebral. mas ainda temos muita esperança de reverter o quadro no que for possível. ele tem se mostrado um guerreiro. tem deixado muito especialista de queixo caído. e é por isso, mais uma vez, que volto a afirmar q vc me ajudou. pq mesmo meu filho mostrando a garra q tem, eu não conseguia me reerguer totalmente. uma espécie de pena de mim mesma vivia como uma nuvenzinha negra em cima da minha cabeça. quando é q eu ia imaginar q a força q eu precisava pra ser a mãe q ele merece viria de outra mãe q eu nem sequer conheço. é só o q tenho pra te dizer, seu filho teve a mãe q ele mereceu. e eu espero agora ser a que o meu me pede todos os dias através de um sorriso lindo q diz tudo. eu só não conseguia corresponder. meu sorriso de volta era sempre um pouco angustiado, desconfiado, com medo. mas agora, decidi que não tenho a perder com ele. muito menos com meus medos e angustias. obrigada. acho impossível te escrever Feliz ano novo. acho q ainda é muito recente pra vc conseguir ser feliz. mas espero do fundo do coração q seja em 2012, 13, 14, 15... espero q um dia você consiga ser feliz de novo. você merece.
    Adriana
    se quiser nos conhecer: www.queridoap.blogspot.com
    fique em paz...

    ResponderExcluir