Meu nome é Valéria Pellon. Minha vida com meu marido Leonardo foi atropelada por uma grande injustiça: em 11 de janeiro de 2007, Felipe, nosso anjinho tão esperado, nasceu em um dos melhores hospitais do Rio de Janeiro e, em função de negligência médica, sofreu lesões cerebrais irreversíveis durante o parto, em decorrência de asfixia. Após 5 meses internado na UTI veio pra casa com "home-care", como viveu até 11 de novembro de 2010, em estado vegetativo. Este blog é uma forma de "gritar" o nosso sofrimento e mostrar como o amor salva nossas vidas e nos faz sobreviver, a cada dia.



sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Filho,



Dia estranho...nem mais nem menos difícil que os outros dias. Tenho fases em que fico aparentemente anestesiada pela vida, pelos acontecimentos, pela correria, pelo trabalho, e parece que você não estar aqui já faz parte. Mas de repente vem uma onda, um choque que pega meu corpo todo e me passa todo o "filme" na cabeça e me faz ter a certeza que não existe nada maior nem mais dolorido nesse mundo do que o sentimento de mutilação que é a gente se separar de um filho, da forma que for. Isso não deveria ser permitido. Me perdoem os espiritualmente elevados e bem resolvidos, mas não é legal não...pensar que você está livre de tantos aparelhos, aspirações, respiradores, me faz sim pensar que hoje você está livre, mas longe da gente, longe do colinho da mamãe, é justo isso ? Enfim, não vou entrar nessa questão agora, deixa isso para meus próximos anos desta e das próximas vidas, para eu tentar entender.

Sigo na busca de acreditar, de ter a certeza que hoje você está melhor. Não tenho certeza de nada, não sei em que acredito, nem se acredito em alguma coisa. Quando fico muito mal, penso em você e POR VOCÊ eu procuro ficar bem para se tiver alguma chance de você estar me vendo triste e ficar triste por isso, então não quero te trazer mais sofrimento, filho, eu vou me esforçar.
Mas de alguma forma, não sei como, eu acredito que você está aqui comigo. Dentro de mim sinto muitas vezes uma força muito grande, uma luz, uma sensação inexplicável de preenchimento, de conforto, e isso é o amor por você que me preenche e me faz acreditar que a gente nunca vai se separar, porque você voltou pra dentro da mamãe, em forma de amor infinito, que mesmo sem forma, preenche e às vezes conforta a dor da ausência do seu corpo.
Penso em você todos os segundos da minha vida. Casa passo que dou, dou por você, pelo seu pai, pelo amor que nos une. E se posso pensar que a vida me proporcionou algo de bom, foi essa grandeza de amor que nos une, como uma família, como uma coisa só, sem separação.

Não sei o que nos aguarda, mas vivo em busca de querer acreditar que nós nunca vamos nos separar, não sei muito bem de que forma, mas que já transcendeu o campo material, o campo físico.
Estou grávida de você para sempre, agora em forma de luz, de amor. Se isso pode atrapalhar que um irmãozinho tenha espaço dentro do corpo da mamãe, não sei, mas se estiver se encaminhando para esse lado, existem outras formas da gente te dar um irmãozinho que não seja vindo da barriga da mamãe. Mas isso é uma outra história.

Comecei falando que o dia de hoje não é nem melhor nem pior do que qualquer outro dia. Mas tudo é mais vivenciado com os outros. É uma data marcante, simplesmente. 1 ano sem você aqui, sem seu cheirinho, sem seu abraço gostoso. Parece que foi ontem, tudo está ainda tão vivo na minha mente. Mas hoje os amigos estão não só lembrando, como falando, nos abraçando, nos mandando lindas mensagens.

Você mudou a vida de muita gente, filho, e se tem uma coisa que posso te dizer hoje, sem ser tristeza, saudade, é ORGULHO. Quanto orgulho que eu tenho de ser pra sempre "A Mãe do Felipe" !

Onde quer que você esteja filho, sinta-se amado para sempre, e fica aqui quentinho dentro do coração da mamãe tá ? Te amo mais que o infinito.

13 comentários:

  1. Valéria
    Termino de ler suas palavras c/ um sentimento estranho, um querer estar ao seu lado, te dar um abraço forte, tentar amenizar a sua dor...como eu gostaria q/ tudo tivesse sido diferente!
    As fotos são lindas e falam por si só - como vcs amam o Felipe!
    Até quem não o conhece o ama!
    Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Valéria,

    Fiquei emocionada de ler sua história, de conhecer o Felipe, tão lindo e guerreiro.
    Você conheceu o amor mais profundo, posso sentir isso em suas palavras, você também transcendeu o mundo físico, com a sua dor e seu amor incondicional.
    Felipe sentiu tudo isso e agora ele é a semente mais fértil de toda a sua vida. Você renasceu e se tornou uma linda flor.
    Que hoje você celebre esse amor infinito, que está em toda parte e já chegou até mim.
    Agradeço por partilhar isso e me orgulho também por você e sua linda família.

    Paz para todos.

    ResponderExcluir
  3. Valeria,
    A saudade é sempre grande e aperta o nosso coração...o Amor é o que acalenta o nosso coração mas mesmo assim os dias são dificeis.Que esse Amor lindo que vcs sentem pelo Filipe seja o suporte em todos os momentos.
    Um grande abraço
    Néa e Arthur

    ResponderExcluir
  4. Queridos eu estou com voces em pensamento hoje , em prece , em vibraçao suas palavras sao cheias de luz , paz , de uma verdadeira pessoa que foi e vai continuar sendo iluminada pelo anjo filipe. um beijo amo voces.tia simone

    ResponderExcluir
  5. Amor incondicional! Amor desta vida de outras vidas e das futuras. E ele é um anjo iluminado onde inspira e irradia somente amor, paz, alegria. Este é o Anjo Felipe filho da Valéria e do Léo.
    Sandra Pellon

    ResponderExcluir
  6. Olá me chamo Fernanda Pontes,sou atriz e apresentadora,descobri seu Blog por acaso!! Tenho uma filhinha de tres meses!!! Me emocionei muito com a sua história!! Que Deus continue iluminando você e sua família!!! Tenho certeza que o seu filhinho sentiu todo amor e luta que teve por ele!! Parabéns vc é sem duvida uma mulher guerreira e uma super mãe!!! Vou coloca-la nas minhas orações!!!

    ResponderExcluir
  7. Quem deixa de sentir a dor pela perda de um filho?Dor essa que é funda,dor doída,dor não só pela perda do ente físico mas tb pela perda das fantasias,dos sonhos.Valéria,ele esta tão bem que acompanha vc as 24 horas do dia,que faz vc tentar deixar de ficar triste,que lhe dá força para suportar o dia a dia,a ausência,enfim lhe dá força pra viver.Isto tudo porque ele é um guerreiro,um ser iluminado.Um bj bem grandão fique com Deus.tia Gi

    ResponderExcluir
  8. Felipe gracinha.

    Sabe que toda vez que penso nele lembro daquele desenho que a Sofia fez dele soltando papagaio?

    Boniteza. Lembro dele com alegria.

    Bjs!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi li e reli,fiquei muito emocionada,com seu anjinho Felipe,Com certeza ele esta olhando por vcs lá do céu e esta do lado de Deus...
    Tudo de bom p/ vcs espero que a sua dor da tristeza se transforme logo naquela saudadnha gostosa de lembranças boas.beijos
    http://umamamemaisqueespecial.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. eu tenho 12 anos e taé fiquei muito emocionada por que acho que nunca nimguem vai sentir dor maior do que perder seu filho......eu gostaria que a partir de hj vou para de reclamar da bida por que craças a Deus tenho muito e agradeço todos os dias por isso queria tambem te dizer que o pouko que li foi o suficiente pra saber que sua vida nao é mais a mesma quando vc estava com seu querido e muito amado agora praticamente pelo mundo todo Felipe bjos que deus prencha esse buraco do seu peito......S2

    ResponderExcluir
  11. eu achava que minha vida era chata mais agora que li sua historia vi que minha vida é um mar de rossas bjo uma querida amiga virtual sua maiga anonima

    ResponderExcluir
  12. Apesar de não conhecê-los pessoalmente, sinto-me honrada por ter conhecido um pouquinho da história de vocês, com suas lutas, suas dores... mas sempre retirando força da própria fraqueza. Admiro o amor de vocês, a união... admiro o fato de que o sofrimento tornou o amor de vocês perfeito. Sim, porque amar quando tudo vai bem é fácil; mas, no momento em que a adversidade bate à porta, somente o verdadeiro amor prevalece.
    Desejo a vocês toda a felicidade possível, que vocês tenham muitos dias de alegria para diminuir a saudade do Felipe. Tenha certeza que, as pessoas que amamos, embora estejam distantes, ficarão para sempre em nossos corações...
    Um abraço forte,

    Simone Arruda

    ResponderExcluir