Meu nome é Valéria Pellon. Minha vida com meu marido Leonardo foi atropelada por uma grande injustiça: em 11 de janeiro de 2007, Felipe, nosso anjinho tão esperado, nasceu em um dos melhores hospitais do Rio de Janeiro e, em função de negligência médica, sofreu lesões cerebrais irreversíveis durante o parto, em decorrência de asfixia. Após 5 meses internado na UTI veio pra casa com "home-care", como viveu até 11 de novembro de 2010, em estado vegetativo. Este blog é uma forma de "gritar" o nosso sofrimento e mostrar como o amor salva nossas vidas e nos faz sobreviver, a cada dia.



terça-feira, 11 de maio de 2010

Será que é isso ?

Valéria, Leo e Felipe, sinceramente não sei se é “isso”, mas no meu caminhar, certamente “Ele” está tanto no meu café da manhã quanto nos olhos da minha filha. Está na colina onde pastam as vacas de Gonçalves e nas minhas orações. Não procuro mais “Ele” fora de mim, aliás, nem procuro mais, porque está em tudo.

Para mim, hoje em dia, o importante é o caminhar. “Um caminho só tem sentido e efeito reais quando existem três elementos atuando simultaneamente: o caminhante, o caminho e o ato de caminhar. Um caminho que existe, porém não é trilhado, não tem utilidade. Da mesma forma, caso exista o caminhante, mas não exista o caminho, o caminhante não saberá por onde caminhar. Finalmente, caso exista caminho e caminhante, ainda assim, dependemos de um terceiro elemento: o ato de caminhar. Ou seja, a condição Absoluta de ser só pode ser encontrada através da experiência pessoal. Um caminho espiritual precisa ser praticado para que possa ocorrer a realização pessoal do praticante”. Wu Jyh Cherng

As vezes ficamos ansiosos pelo “encontrar”, mas nem sempre conseguimos, porque temos a necessidade de entender quem somos, o que faço, e porque as coisas são deste ou daquele jeito (causa e efeito).
Hoje procuro viver com a maior simplicidade possível, naturalidade , tolerância e afeto a todos que me cercam. Todos. A vida espiritual não está fora da realidade. Como diz mestre Cherng, “... o Caminho espiritual está no dia a dia, no cotidiano, no comer, dormir, beber, relacionar-se, conviver, casar, trabalhar, está na fila do banco, no supermercado, em cada instante da sua vida.”

Valéria, CONTINUE abraçando meu irmão e dando “bom dia” ao Felipe. Enchendo de beijos e abraços o maior número de pessoas que conseguir. Se você faz isso, já encontrou Deus faz tempo e está no Caminho.

Espero um abraço seu quando chegar ao RJ.

Um comentário:

  1. Olá ..estou a cada dia mais apaixonada pelo blogs q venho visitado para divulga o meu...e percebi q estou perdendo tempo de não ter feito um para meu filho....
    em breve estarei compatilhando os meus momentos.


    Adorei..seu blog...estou navegando pra divulgar meu blog.

    Visite meu blog e se gostar vai ser um prazer ter sua companhia.

    bjs

    www.tatidesignercake.blogspot.com

    ResponderExcluir